Alunos da UTFPR prestam consultoria gratuita

Para auxiliar micros e pequenos empreendedores a usar estratégias de comunicação em seus negócios, os alunos do curso de Comunicação Organizacional da Universidade Tecnológica Federal do Paraná farão ação gratuita nesta terça-feira, dia 19 de novembro, nas ruas de Curitiba.

A ideia é oferecer soluções para melhorar a gestão do negócio de pequenas empresas. Para isso, os alunos receberão apoio da empresa paranaense VHSYS, especializada em software para gestão empresarial, que ofertará um curso para os estudantes, como forma de extensão do conhecimento, para que eles possam auxiliar os empresários de maneira compatível com a realidade.

O apoio da VHSYS no projeto deve auxiliar tanto os estudantes quanto os microempreendedores, que terão um valor especial na contratação do software de gestão.

Para quem participar do projeto, o valor mensal para utilizar o programa será de R$ 39,90 (o valor normal é R$ 89,90). A VHSYS também oferece materiais gratuitos para os empresários sobre como organizar os negócios, controlar finanças e criar novas estratégias de gestão.

A proposta de ajudar os empresários surgiu do redator Igor Francisco, egresso do curso de Comunicação Organizacional da UTFPR. De acordo com o estudante, a Universidade colabora com o crescimento da sociedade, mas muitas vezes isso é algo despercebido pela população.

“A minha ideia inicial foi aproximar a comunidade do curso no qual me graduei, pois ele é necessário no contexto econômico atual”, diz. Inicialmente, Francisco faria a ação de maneira independente, mas ganhou a parceria da Universidade, de alunos voluntários e da VHSYS.

“A ideia dos alunos é compatível com a cultura da VHSYS, que é a de ajudar os micro e pequenos empreendedores, a sociedade e, também, fazer a economia do país melhorar. Acreditamos que o projeto pode ter uma relevância bem grande no que diz respeito ao sucesso das pequenas empresas e no incentivo ao empreendedorismo local”, diz Reginaldo Stocco, CEO da VHSYS

Até agora 14 profissionais liberais, que já estão no mercado, se dispuseram a colaborar com a ação. “Os estudantes fazem a consultoria, diagnosticam o problema desses negócios e esses profissionais parceiros ajudam a solucionar as questões, dando acesso a serviços de comunicação por um valor solidário, visto que os preços praticados são menores, justamente para garantir o acesso”, destaca Francisco.

Como funciona – os estudantes abordarão pequenos empreendedores na rua, diagnosticando os possíveis problemas nos negócios e indicando quais profissionais podem ajudá-los. “Isto será feito sem custo para o microempreendedor, pois realmente queremos colaborar e aproximar a universidade do povo”, diz.

Kaissa Frade, aluna do sexto período de Comunicação Organizacional, é uma das voluntárias e diz que os empreendedores têm dúvidas básicas e alunos podem resolver rapidamente. “Às vezes, o problema dos pequenos negócios poderia ser solucionado com práticas básicas de comunicação ou gestão, mas essas empresas acabam não tendo acesso a profissionais da área que indicariam tais soluções”, disse.

De acordo com a Profª. Drª. Valéria Oliveira, responsável por transformar a ideia em uma ação da universidade, o projeto vai além do aprendizado: “A iniciativa que propomos aproxima a universidade dos micros e pequenos empreendedores de Curitiba, mostrando inclusive o valor da universidade pública para a sociedade, e permitindo também o crescimento pessoal e profissional dos alunos envolvidos”, afirma.