Prepare sua empresa para o mundo digital

Segundo a Ebit|Nielsen, empresa de mensuração e análise de dados, a previsão para este ano é que o faturamento do setor cresça 15%, com vendas totais de R$ 61,2 bilhões. Além disso, os pedidos devem apresentar um aumento de 12%, chegando a 137 milhões, e o valor médio das compras deve ser de R$447 milhões, alta de 3%.

De acordo com dados do Compre&Confie, empresa de segurança digital e inteligência de mercado criada pela ClearSale, houve crescimento nominal de 23% nas compras online no primeiro trimestre de 2019.

Para o consultor de negócios da ESIC Internacional, Alexandre Weiler, não importa qual o seu público-alvo, ele seguramente está na internet, seja para comprar online, para ser “influenciado/tocado” ou para interagir de forma relevante.

Dados do IBGE apontam que dois terços da população do país (69,8%) possuem conexão com a internet. O consultor lembra que a presença digital reduz a distância entre a empresa e o cliente, e abre novas possibilidades de negócios. “Não há mais barreiras nem mesmo quanto a idade, pois o segmento que hoje mais cresce no e-commerce é o acima de 60 anos”, afirma. Weiler dá dicas para promover sua companhia na internet:

– Esteja presente onde o seu público está: entenda quais os canais online que o seu público alvo usa. Entenda os ambientes digitais onde seu público-alvo está. Tenha presença relevante em todos eles, seja Facebook, Instagram, Twiter, YouTube, comunidades nas redes sociais – e importante dizer que muitas vezes essa presença não precisa ser diretamente monetizada;

– Tenha pessoas capacitadas para cuidar de seu ecossistema digital: não dá para deixar essa responsabilidade com qualquer profissional. O trabalho exige conhecimento, técnica e periodicidade, ou seja, exige planejamento, criatividade e conhecimento técnico. Caso pense em fazer você mesmo, é possível sim, mas faça um planejamento e encontre ferramentas que auxiliem e garantam que suas publicações não dependam somente de uma única pessoa – hoje existem uma gama muito grande de ferramentas gratuitas e pagas que abrangem desde agendamento, geração de conteúdo, automatização de marketing,  potencializando muito os resultados do dia a dia;

– Invista em tecnologia: é possível criar um e-commerce? Faça! Suas vendas são pelo Instagram? Potencialize seu tempo nesta rede! O consumidor online busca por imediatismo nas compras, então é preciso ser rápido para concretizar as vendas, posicionar sua marca e construir um relacionamento mais sólido com os clientes;

– Atenção a sua imagem: se vai usar fotos ou artes nas redes, preste atenção na qualidade, foco, se está atrativa e se mostra, com realidade, o que você está oferecendo e a imagem que você quer transmitir para o mercado. Não adianta usar fotos produzidas se o seu produto não condiz com a imagem;

– Feedback: recolha depoimentos de clientes que usam / acessam seus canais digitais e veja quais os benefícios e dificuldades que encontraram. Sites como  reclameaqui.com devem ser a extensão do seu SAC.

O consultor ainda lembra que os processos precisam de planejamento para sair do papel. “Tenha boas ideias, e não esqueça que ideias boas viram projetos, e projetos bons precisam der implementados. Pouco adianta abrir uma conta em uma rede social e publicar de forma inconstante ou, ainda, incoerente. Sua imagem e sua reputação dependem hoje preponderantemente do que ocorre online com sua marca”, alerta.

“Aprenda, planeje e faça do seu jeito. Implemente seu projeto, aprenda com os erros, faça as correções de percurso necessárias. Se reinvente sempre que o mercado mudar e/ou demandar mudanças. Comece já! Pois a hora certa, para começar a fazer certo, foi ontem”, finaliza o consultor.