Harmonização de massas e cervejas

Até o 21 de outubro acontece a maior festa alemã da América, a Oktoberfest Blumenau. O evento é marcado pela diversidade de cervejas e atrai apreciadores de todos os cantos do país. Quando pensamos na bebida, logo nos vem à cabeça amigos, roda de conversa e petiscos.

A cerveja pode ser usada como ingrediente extra para dar mais sabor no preparo de carnes e molhos, e também para harmonizar com pratos salgados ou doces.

É importante entender que para que aconteça a harmonização, o gosto da cerveja não pode se sobrepor ao da receita e vice-versa.

Você saberia criar essa harmonia entre a massa e a cerveja?

A Isabela, marca de massas, torradas e biscoitos atuante no Sul do país, dá dicas preciosas de como fazer isso.

Primeiro ponto: há três formas de harmonização, Por Corte, quando a bebida limpa o paladar; a harmonia Por Complementação, que acontece quando os sabores se completam; e Por Oposição, que representa o choque de sabores.

Há diferentes molhos para massas e, consequentemente, cada um combina com um tipo de cerveja.

Para o molho Carbonara e Bechamel, por exemplo, você pode optar pela Blondine Tripel que tem sabor frutado com toque sutil de cravo. Já para o tradicional molho de tomate, a Hebling Irish Red Ale, com notas carameladas (menos acidez e amargor) é uma ótima pedida para quebrar a acidez do tomate com um toque doce.

www.isabela.com.br