Fórum Brasil Bieconomia

No dia 26 de julho, a cidade de São Paulo receberá 200 representantes da indústria, governo, imprensa, investidores, pesquisadores e sociedade civil que participarão do primeiro Fórum Brasil Bioeconomia, um evento promovido pela Associação Brasileira de Biotecnologia Industrial e que conta com o patrocínio da Novozymes.
No encontro, grandes temas da atualidade serão debatidos, como a transição de um modelo econômico insustentável para um que seja inovador, inclusivo e regenerativo, e como a biotecnologia e a bioeconomia avançada podem contribuir para mudar esse cenário.
Com foco na sustentabilidade, inovação e pesquisa, o evento tem como propósito promover a conexão entre os diversos stakeholders e inspirar cada participante a construir um Brasil mais inovador, sustentável e próspero.
Entre os temas de destaque estão a importância da bioeconomia, o caminho para um biofuturo e a Inovação e a viabilidade dos modelos de negócios.
Segundo o vice-presidente de Relações Corporativas e Sustentabilidade da Novozymes, Pedro Luiz Fernandes, eventos como esse demonstram o importante papel da biotecnologia no auxílio das resoluções dos principais problemas da atualidade.
“Acreditamos que é preciso ajudar as indústrias a produzirem produtos mais sustentáveis e é exatamente por isso que ressaltamos a grande capacidade da biotecnologia em fazer a diferença e ser uma importante solução para os desafios mais complexos da humanidade, como é o caso daqueles apresentados pelos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da Organização das Nações Unidas, particularmente,  a meta de número 9, que propõe até 2030 um esforço conjunto para ajudar as empresas a se reabilitarem e serem mais sustentáveis, visando uma maior eficiência no uso de recursos e também uma adoção adequada de tecnologias e processos industriais limpos e ambientalmente corretos”, comenta.
Também haverá entrega do Prêmio Brasil Bioeconomia 2018, que tem como proposta fomentar a inovação, facilitar novas parcerias e proporcionar uma plataforma valiosa para os empreendedores do (bio)futuro.
A participação no Fórum é gratuita e as inscrições podem ser feitas no site  www.bioeconomia.com.br