Inverno x pele

A chegada do inverno merece atenção e cuidados com nosso corpo, principalmente com a pele.

Neste período os banhos são mais quentes e demorados, o que resseca a pele, porque o calor da água remove a cama de gordura que a protege.

No caso dos idosos, as glândulas sebáceas funcionam menos e a pele é ressecada naturalmente, o que gera prurido e lesões de escoriação,  por isso é preciso cuidar e hidratar a pele.

Alguns tratamentos estéticos na pele também são mais recomendados no inverno. “O inverno é propício para tratamentos mais invasivos como peelings e lasers. Porque os lasers atingem camadas profundas da pele sem alterar a camada externa e a recuperação é facilitada pela pouca exposição ao sol e maiores cuidados de hidratação”, disse a dermatologista Bettina Sanson.

Para assegurar a saúde da pele, seguem algumas dicas:
– Beba no mínimo dois litros de água por dia
– Evite banhos quentes e muito demorados;
– Evite se ensaboar demais e usar buchas, que também contribuem para alterar a composição do manto hidrolipídico (hidratante natural produzido pelo organismo) que protege a pele.
– Use o hidratante logo após sair do box – ainda no banheiro – com aquele vaporzinho pós-banho, que ajuda na penetração do creme.
– Para peles oleosas, e acneicas, evite hidratante comum no rosto, usar produtos “oil free” nas áreas de maior oleosidade (rosto e tórax).
– Os lábios também costumam ressecar muito no inverno. É importante usar hidratantes específicos para essa região para evitar rachaduras.
– Use filtro solar diariamente.