Todos nós nascemos loucos. Alguns permanecem.

 
Samuel Beckett, À Espera de Godot (homenagem ao Dia Mundial do Teatro)