Chocolates veganos da Guanaco

Na quinta-feira (24) o Guanaco Mercado Saudável promove a 1ª “Páscoa Sem Culpa”, uma degustação de chocolates veganos, sem adição de açúcar e ricos em cacau. “Vamos oferecer seis tipos, entre brancos e pretos 50% e 70% cacau, todos muito saborosos para provar que dá para ter prazer com o chocolate sem enfiar o pé na jaca”, disse Lílian Lago, uma das idealizadoras do Guanaco.

O destaque é o que Lílian e o sócio e marido Ricardo Tonsig chamam de “chocolate quebradinho”, preparado com massa de cacau, damasco, cranberry, pistache, semente de abóbora, castanha de caju, uva passa e amêndoas. No lugar do açúcar, xylitol, um adoçante natural encontrado nas fibras de vegetais.

Com um mercado em expansão, hoje é possível encontrar chocolates e até ovos de Páscoa sem adição de açúcar com mais facilidade. E o perfil do consumidor não é formado exclusivamente por quem tem restrições alimentares.

“Todo mundo pode consumir, a não ser que tenha alergia a algum componente. Diabéticos, intolerantes e veganos desfrutam de mais benefícios, pois os chocolates não contém produtos de origem animal, como o leite, e alguns podem não conter açúcar”, explica a nutricionista Louise Kalkmann.

Muita gente ainda torce o nariz quando se fala em chocolate sem açúcar ou com 50% ou 70% cacau, um comportamento que a nutricionista acredita que está ligado a falta de conhecimento. “Muitas pessoas não tiveram contato ou oportunidade de experimentar, com receio de não serem tão saborosos. Mas, as variedades estão surgindo e a cada dia agradando mais os diferentes paladares, basta experimentar”, acrescenta.

Guanaco? Nome desperta curiosidade

Abrir um negócio para trabalhar com algo ligado a saúde e bem-estar estava nos planos de Lílian Lago e Ricardo Tonsig desde que eles se conheceram, em 2018. No ano seguinte, depois de uma viagem ao deserto do Atacama, no Chile, decidiram colocar o projeto em prática. “Nós queríamos um nome original, que fugisse do padrão e pudéssemos registrar”, conta Ricardo. Foi aí que surgiu o Guanaco Mercado Saudável.

Depois de muito estudo de mercado, o negócio começou a funcionar em novembro do ano passado, no Ahú. E como nasceu em meio a um período econômico de dificuldades, o Guanaco segue uma filosofia de apoiar marcas locais e tentar comprar seus insumos de produtores de Curitiba.

“A gente entende que é importante valorizar quem é daqui, meus pais têm farmácia no interior de São Paulo e eu trouxe esse conceito desde pequena, acredito nisso, que o pequeno comerciante precisa se ajudar”, explica Lílian.

Hoje, apenas quatro meses depois da inauguração, o local já é referência em alimentos saudáveis e de qualidade para os moradores dos bairros próximos, como São Francisco, Bom Retiro e São Lourenço, de onde vem a maior parte da clientela. Ao todo, entre alimentos a granel, produtos de empório, suplementos e vitaminas são 1.155 opções.

Para quem não conhece, o guanaco é um pacato animal que vive em altas planícies e é comumente confundido com a lhama. O fato de o bichinho ser herbívoro e muito simpático pesou na hora da escolha do nome. “Uma vez uma senhora entrou aqui e perguntou para nós se realmente temos um guanaco de estimação em casa”, relembra Ricardo, sobre a curiosidade dos clientes em torno do nome.

Por enquanto, os guanacos seguem em seu habitat natural, longe das cidades, e os clientes ficam com o bom atendimento de um negócio local que cresce sem culpa, com a certeza de entregar produtos saudáveis para quem busca incorporar qualidade de vida e bem-estar ao seu dia-a-dia.  

Guanaco Mercado Saudável “Páscoa Sem Culpa” Guanaco / Rua Mateus Leme, número 2.690, loja 3 – Ahú (estacionamento próprio / Contato: WhatsApp (41) 9129-4488