Vinho vegano do Alentejo

É comum durante a clarificação e filtragem do vinho a utilização de alguma proteína de origem animal, do leite, ovo ou peixe. Esses processos retiram os resíduos sólidos durante as primeiras etapas de produção do vinho, deixando mais límpido.

As proteínas funcionam como uma espécie de imã para retirar os resíduos. Produtores veganos geralmente pulam estas etapas para não haver interferência. Vale lembrar que os vinhos veganos são tendência no mundo, já que cada vez mais as pessoas se preocupam em consumir com maior conscientização e cuidados com a natureza e os animais.

Com a colheita de 2020 na região do Alentejo em Portugal, a produtora João Portugal Ramos lançou os primeiros vinhos veganos do seu portfólio, com as linhas Pouca Roupa Rosé, Pouca Roupa Branco e Pouca Roupa Tinto. Linhas que possuem um público mais jovem. Todos os vinhos são distribuídos pelas importadoras Casa Flora e Porto a Porto

Pouca Roupa Rosé: Vinho produzido com uvas Aragonês, Touriga Nacional, e Cabernet Sauvignon, insere no paladar boa estrutura, acidez equilibrada e saboroso final. O aroma é marcado por frutos vermelhos. É ótimo como aperitivo e também para acompanhar pratos orientais e saladas mediterrâneas.

 Pouca Roupa Branco: Vinhocom uvasVerdelho, Sauvignon Blanc e Viosinho, apresenta na boca uma acidez combinada com a doçura da fruta. Seu final é longo e persistente. Seu aroma fino e intenso apresenta notas de frutas tropicais. Harmoniza com saladas e massas.

Pouca Roupa Tinto: Feito com uvas Alicante Bouschet, Touriga Nacional e Alfrocheiro, possui aromas de frutos vermelhos como a cereja, amoras e cássis, envolvidos por suaves notas balsâmicas e taninos sedosos. Muito bom para acompanhar pizzas e lasanhas vegetarianas, chili de legumes e de culinária tradicional portuguesa.

A produtora João Portugal Ramos está no mercado há mais de 20 anos. Com prêmios conquistados ao longo de anos, obtiveram reconhecimento nacional e internacional, sendo líder de vendas de vinhos portugueses em alguns países.