Startup curitibana desenvolve câmara de desinfecção com luz UV-C

A startup curitibana GMT Soluções desenvolveu uma câmara de desinfecção para ser usada em condomínios, que usa a tecnologia de luz UV-C (ultravioleta C), capaz de dissociar moléculas e as informações genéticas do coronavírus, impedindo que ele se reproduza.

A câmara de descontaminação UV-C 800 funciona com a tecnologia UV germicida, usada principalmente para purificação de água.

A luz é proveniente de uma lâmpada especial que emite uma frequência de onda (entre 251 e 280 nm) capaz de afetar a estrutura genética do vírus, impossibilitando sua capacidade de reprodução. Ela é confeccionada em aço inoxidável, metal e policarbonato, garantindo durabilidade e robustez ao equipamento.

“Queremos garantir aos moradores a sensação de segurança ao entrar em seu prédio, sabendo que suas compras e encomendas não serão o vetor de disseminação do novo coronavírus e outros patógenos que podem pegar carona no transito das mercadorias”, afirma o sócio Will Batista. Hoje, existem no Brasil mais de 500 mil condomínios registrados, que são o grande foco da GMT Soluções.

“O sistema funciona de modo seguro e simples: o produto é inserido no interior da câmara e o processo de desinfecção leva 30 segundos. O funcionamento é similar a um micro-ondas. Ao fim do ciclo de descontaminação o produto pode ser retirado. Se a porta for aberta antes, a câmara para de funcionar imediatamente para garantir a segurança do usuário”, garante Enrique Martinez, que também é sócio da startup.

A startup é pioneira no uso dessa tecnologia germicida aplicada a um ambiente não hospitalar. Os raios ultravioleta germicida já estão sendo usados em hospitais para a desinfecção de roupas e equipamentos de proteção individual (EPIs) de médicos e enfermeiros que estão na linha de frente no combate à Covid-19.