DMCard na construção do Hospital de São José dos Campos

A prefeitura de São José dos Campos, em São Paulo, se prepara para dar início às obras do Hospital de Retaguarda, um novíssimo complexo de saúde que vai ampliar a capacidade de atendimento de saúde da cidade com leitos e UTIs preparadas para pacientes de Covid-19.

A construção do complexo seguirá em ritmo de emergência e ficará pronto para início das atividades em apenas 45 dias. Grande parte do investimento vem da iniciativa privada sendo que R$ 2 milhões foram doados pela DMCard, administradora de cartões de crédito cuja sede fica na cidade.

No dia 29 de maio (sexta-feira), a prefeitura fará anúncio do início das obras e o apoio da iniciativa privada que, além da DMCard, conta com as redes Farmaconde, Spani, Método e Brasil ao Cubo.

“Desde o início dessa pandemia e, consequentemente, do isolamento social, que a DMCard tem procurado formas de dar seu apoio à comunidade. Por isso, quando tomamos conhecimento desse projeto da prefeitura buscamos um jeito de contribuir pois sabemos da urgência e seriedade da causa”, disse Sandra Castello, Diretora de Marketing e Pessoas da DMCard.

Apesar da velocidade na entrega, o Hospital de Retaguarda não se trata de uma estrutura de campanha, temporária, mas, sim, de um complexo fixo que, após o cenário de pandemia, fica como legado para a cidade. O espaço se tornará uma nova Unidade de Pronto Atendimento (UPA) para atender aos moradores da região da Vila Industrial.

O Hospital de Retaguarda ocupará o terreno onde fica o conhecido Teatrão (Teatro Municipal do Centro Poliesportivo), um aparelho público que se encontra desativado.

No combate à fome, a DMCard fez sua parte doando duas mil cestas básicas, sendo 1.500 para a campanha “Covid-19 SJC Sem Fome” e 500 para os trabalhos sociais da Igreja da Cidade.

A empresa ainda disponibilizou dez carros dirigidos por colaboradores voluntários que fizeram as entregas dessas cestas diretamente nas casas das famílias beneficiadas pelas inciativas.

Atualmente, esta instituição está destinando estes recursos financeiros na compra de cestas básicas e produtos de higiene pessoal para atender, principalmente, pessoas que tiveram suas rendas comprometidas devido ao isolamento social.

A DMCard entra com apoio por meio da convocação do varejo supermercadista a oferecer estes itens essenciais a preços mais baixo, colocando uma equipe de colaboradores trabalhando exclusivamente para este fim.

O recrutamento dos varejistas pela DMCard leva em consideração a proximidade entre as lojas e as ONGs espalhadas pelo Brasil que indicam as famílias que receberão o benefício. A empresa conta com o apoio da ABRAS para engajar varejistas em regiões que não têm redes que sejam clientes da administradora de cartões de crédito.