Educação Infantil: dificuldade no ensino virtual

As aulas on-line, formato adotado por muitas escolas e redes de ensino nessa época de isolamento social, têm sido especialmente difícil para crianças de até 5 anos, público da Educação Infantil, que exige formas lúdicas e diferenciadas de aprendizado e maior interação na realização das atividades. 

A psicopedagoga Rita Schane, supervisora pedagógica do Sistema Aprende Brasil, concorda que o período de pandemia impõe limitações ao ensino e às famílias, mas ainda assim acredita que é possível praticá-lo em casa.

“A BNCC apresenta a interação e as brincadeiras como eixos estruturantes do processo de aprendizagem infantil. Por meio de aulas remotas, disponibilizadas por vídeo, é possível estimular as brincadeiras, a partir de situações cotidianas e vividas em casa, promovendo a interação dessas crianças com os familiares e, ainda, resgatar as memórias afetivas que elas têm do espaço escolar e do que lá aprendem. Esse é o formato possível, nesse momento, a partir das orientações de prevenção da Covid-19”, explica.

A maior dificuldade, segundo especialistas, é mostrar para os adultos os objetivos pedagógicos de atividades simples, como colocar feijões numa garrafa pet, por exemplo.

“Alguns pais podem achar uma besteira. Outros pensam que o objetivo é apenas matemático, para aprenderem a contar. Poucos se dão conta que uma atividade tão simples pode ajudar de forma importante na coordenação motora da criança – o que trará inúmeros benefícios para a escrita, no momento da alfabetização”, explica o educador Paulo Tomazinho.

Na Educação Infantil, é preciso que os pais entendam os objetivos pedagógicos de cada atividade e dediquem tempo para praticar com as crianças. Esse público infantil não consegue aprender sozinho, em frente a uma tela. Com o intuito de ajudar os pais e buscar soluções para esse público, o Sistema de Ensino Aprende Brasil desenvolveu um roteiro específico de aulas no YouTube.

Segundo o coordenador das assessorias de áreas do sistema, Carlos Henrique Wiens, o projeto visa a utilização de conteúdos lúdicos. “Toda a proposta foi criada pensando em trazer a criatividade com várias temáticas que exploram o que a família tem em casa. Alguns episódios trabalham equilíbrio, cores e coordenação, por exemplo”, conta.

Além da Educação Infantil, o Aprende Brasil disponibiliza aulas para todos os anos do Ensino Fundamental e traz conteúdos de todos os componentes curriculares. Os vídeos têm duração de 5, 10 ou 15 minutos e, em alguns casos, contam com materiais de apoio em PDF. Todo o material é gravado por professores do Colégio Positivo e especialistas do Aprende Brasil e está disponível gratuitamente no YouTube.