3 km de tecido para fazer máscaras

Os Escoteiros do Brasil estão mobilizados no combate à Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus.

Além das ações de conscientização que engajam mais de 100 mil famílias escoteiras no Brasil, a instituição lança uma campanha para confeccionar 60 mil máscaras de tecido que serão doadas para instituições do Terceiro Setor do Paraná.

Cerca de 3 km de tecido serão distribuídos em kits para voluntários que queiram contribuir na elaboração das máscaras. Cada kit terá tecido e orientações de como fazer as peças. 

Os escoteiros são bastante organizados e envolvidos em ações que contribuem para um mundo melhor. Dessa vez, estamos convidando a sociedade para abraçar essa causa. Conseguimos arrecadar o tecido e precisamos de ajuda para fazer essas máscaras o quanto antes. Sabemos que juntos podemos vencer essa batalha, diz o presidente dos Escoteiros do Brasil, Rafael Macedo.

O Ministério da Saúde orientou a produção de modelos simples de máscaras de pano, que funcionam como barreiras na propagação da Covid-19. Além de ser eficiente, é um equipamento que não exige complexidade na produção e um grande aliado no combate à propagação do coronavírus.

 Para ser eficiente como uma barreira física, a máscara caseira precisa seguir algumas especificações. É preciso que tenha pelo menos duas camadas de pano. E mais uma informação importante: ela é individual.

Não pode ser dividida com ninguém. As máscaras caseiras podem ser feitas em tecido de algodão, tricoline, TNT ou outros tecidos, desde que desenhadas e higienizadas corretamente. O importante é que seja feita nas medidas certas cobrindo totalmente a boca e nariz e que fique bem ajustada ao rosto, sem deixar espaços nas laterais.

 O Grupo Escoteiro do Mar Amigo Velho, de Curitiba, é um dos Grupos que já iniciou a costura das máscaras. Se você é de Curitiba e tem interesse em retirar o kit para contribuir com a campanha, acesse o formulário disponível em bit.ly/kitmascarasescoteiras para mais informações.

 Orientações sobre a máscara de pano

 – A máscara é individual. Não pode ser dividida com ninguém, nem com mãe, filho, irmão, marido, esposa etc;

– A máscara deve ser usada por cerca de duas horas. Depois desse tempo, é preciso trocar. Então, o ideal é que cada pessoa tenha pelo menos duas máscaras de pano;

– A máscara serve de barreira física ao vírus. Por isso, é preciso que ela tenha pelo menos duas camadas de pano;

– Tambéé importante ter elásticos ou tiras para amarrar acima das orelhas e abaixo da nuca. Desse jeito, o pano estará sempre protegendo a boca e o nariz e não restarão espaços no rosto;

– Use a máscara sempre que precisar sair de casa. Saia sempre com pelo menos uma reserva e leve uma sacola para guardar a máscara suja, quando precisar trocar;

– Chegando em casa, lave as máscaras usadas com água sanitária. Deixe de molho por cerca de dez minutos.

Conheça outras ações que os Escoteiros do Brasil estão fazendo neste período  de isolamento social:

escoteirosonline.org.br

facebook.com/EscoteirosDoBrasilOficial

instagram.com/escoteirosdobrasil