Está escrito nas estrelas

O que pessoas como Barak Obama, George W. Bush, Donald Trump, Elton John, Dalai Lama, Madonna, presidentes de multinacionais e os cidadãos comuns podem ter em comum? Não é a conta bancária, certamente, mas, quem diria, a Astrologia.

Cada vez mais procurada, seja para práticas oraculares ou para orientação de vida e autoconhecimento, esta ferramenta antiga – que no passado era obrigatória em assuntos de estado nas cortes dos reis –experimenta novo surto de crescimento no mundo.

Quem afirma é o astrólogo profissional paranaense Marcos Kusnick, que vem atendendo dezenas de pessoas de toda as camadas sociais.

“Presidentes de nação como Trump se consultam regularmente com astrólogos, assim como astros como Elton John e Madonna, e muitos artistas brasileiros. Além disso, gestores de RH estão usando esta ferramenta para seleção de pessoal, psicólogos integrando-a em suas consultas e educadores dela se utilizando para orientação vocacional”, afirma Kusnick.

“São médicos, juízes, operários, funcionários, gestores de RH e donas de casa que me procuram para orientação. Se podemos dividir essas pessoas em duas categorias, posso dizer que os homens procuram mais questões profissionais e as mulheres orientação afetiva. A julgar pelos resultados, eles sempre voltam”, complementa.

Arte milenar, mesmo a Bíblia referencia a Astrologia, indicando que os reis magos que visitaram Cristo no berço souberam do nascimento do futuro líder cristão graças a cálculos astrológicos.

“Por isso eles eram chamados de Magos. Poucos prestam atenção a essa referência na Bíblia, mas se tratava, efetivamente, de astrólogos que souberam antecipadamente que um novo Messias apareceria na Terra, a ponto de preverem a data e o local provável”, esclarece Kusnick.

O astrólogo diz que não se trata de superstição ou adivinhação. “Não sabemos quem montou esse sistema, mas o fato é que funciona e mostra até componentes científicos. Se tivermos os dados corretos do indivíduo, sendo a hora de nascimento o mais importante, obtemos em poucos segundos um retrato fiel da personalidade da pessoa, suas inclinações, forças e fraquezas. Parece mágico, mas acontece”, afirma o profissional.

Kusnick fala ainda que em casos de acontecimentos que comovem o mundo e o país, como o falecimento de personalidades famosas, muito disso pode ser assinalado pela Astrologia.

“Hoje é sabido que astrólogos americanos tentaram avisar o presidente John Keneddy para ele não ir a Dallas, pois o mapa dele indicava séria ameaça à vida naquele dia e hora”, informa. “ Aqui no Brasil, tenho estudado muito o mapa do Juiz Sérgio Moro, e é impressionante como ele reflete perfeitamente sua ascensão meteórica nos últimos anos”, complementa Kusnick.

Em assuntos amorosos, campeão nas consultas, o astrólogo informa que pela Astrologia é possível determinar, pelo cruzamento de dois mapas, se pessoas se combinam para uma relação afetivo-sexual. “Em anos de profissão, nunca vi isso falhar, por isso tenho atendido muitos casais”, conclui.

Serviço /  (41) 99941-2363 / jamilsa.juniuor@gmail.com