No ar, portal América Latina

Política, economia e relações internacionais do Brasil e os vizinhos latino-americanos são temas do portal América.Latina, no endereço www.americalatina.net.br 

O site em português é destinado aos leitores brasileiros interessados em análises críticas sobre a realidade da região.

“Trazemos o pensamento de acadêmicos e profissionais especializados em questões regionais, com uma visão questionadora e diversa da que é propagada pelos poderes dominantes e seu aparato de comunicação. Este é o compromisso editorial essencial”, disse Wagner Sousa, idealizador e publisher do portal, ele próprio especialista na área, com pós-doutorado em Economia Política Internacional pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ).

O portal estreia com artigos de três autores brasileiros e um da Argentina, que são autoridades em temáticas latino-americanas e trazem suas contribuições para o debate de questões emergentes.

“A iniciativa está no início e almejamos, gradativamente, ter um número crescente de textos além de conteúdo em formato de podcast e vídeo”, antecipa o editor.

O professor Braulio Dias, do Departamento de Ecologia da Universidade de Brasília, ex-secretário executivo da Convenção da ONU sobre Diversidade Biológica e membro da Rede de Especialistas em Conservação da Natureza, se debruça sobre um assunto que vem dominando debates no Brasil: a crescente ameaça à biodiversidade brasileira, agravada pelo que classifica como “obscurantismo” dominante no Ministério do Meio Ambiente.

As explosivas relações do atual governo com as universidades públicas no Brasil são o objeto do artigo de Leilah Santiago Bufrem, professora titular aposentada da Universidade Federal do Paraná. Ela é professora permanente dos programas de pós-graduação em Ciência da Informação da Universidade Federal da Paraíba e da Universidade Federal de Pernambuco.

Doutor em Educação pela Universidade de Wisconsin-Madison (EUA) e gestor público com passagens pelo INEP, MEC e Itaipu Binacional, Paulino Motter fez parte da Comissão de Implantação da Universidade Federal da Integração Latino-Americana (Unila) e integrou a equipe responsável por colocar a instituição em funcionamento, entre 2010 e 2012. Em seu artigo aborda “A Unila dez anos depois: entre a utopia e a obsolescência”.

Já a socióloga argentina Maria Jose Haro Sly, mestre em relações internacionais pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), discorre a respeito das relações com a República Popular da China no pêndulo político da Argentina. A articulista é ainda mestranda em estudos contemporâneos chineses pela Escola da Rota da Seda, da Renmin University of China.

O portal America.Latina também publica 15 artigos produzidos em 2018 por Wagner Sousa e, originalmente, publicados em inglês em um blog que criou para, a partir da visão de pesquisador latino-americano, apresentar análises a leitores de outras partes do mundo, e não apenas brasileiros.