Alexandre Herchcovitch e Fause Haten no Pátio Batel

A moda como manifestação artística e seus elementos de apropriação cultural será o tema central do quinto e último bate-papo da segunda edição do Conversarte, que reúne  os estilistas Alexandre Herchcovitch e Fause Haten.

O evento acontece na terça-feira, dia 1 de outubro, às 20 horas, no átrio do Pátio Batel. 

O bate-papo vai girar em torno de como a moda se constitui em expressão artística, em linguagem poética na representação de culturas populares, em releituras de estéticas da pintura, da escultura, do cinema, do comportamento social que reflete a identidade de cada povo e cada parcela da sociedade contemporânea.

O diálogo traça os paralelos entre a moda e o figurino na construção de linguagens de artes visuais e analisa os desfiles de moda enquanto espetáculos artísticos.

O Conversarte é um evento único que propõe discutir diversos segmentos artísticos e suas convergências, com encontros de impactos da cultura na economia criativa, sempre com bate-papo abertos, com a interação do público, e exposições de arte. A segunda edição do evento reuniu um time de profissionais para discutir os temas cinema, literatura, música, teatro e moda.

Até o quarto encontro, o evento registrou a participação de mais 3 mil pessoas de forma presencial e online – uma vez que todos os encontros são replicados no canal da produtora no Youtube, e contou com a presença de Nelson Motta, André Abujamra, Miguel Falabella, Eduardo Moreira, Fernanda Young, Fabrício Carpinejar, entre outras personalidades artísticas.

Com a receita dos ingressos, o Hospital Erasto Gaertner é beneficiado e também recebe, em suas instalações, oficinas artísticas envolvendo pacientes, familiares e colaboradores do hospital.

Os ingressos para cada evento custam a partir de R$ 18 (meia-entrada) e estão à venda pelo Disk Ingressos (www.diskingressos.com.br) ou diretamente no Concièrge do Pátio Batel nos dias de evento.

Exposição – Em paralelo, a Galeria InterARTividade (Piso L3 do Pátio Batel) recebe, entre 16 de setembro a 06 de outubro, a exposição Sílabas, dos artistas e estilistas curitibanos Alexandre Linhares e Thifany, proprietários da H-AL – marca autoral baseada nos parâmetros eco e slow design, que produz peças vestíveis.

Com curadoria de Tom Lisboa, Sílabas é um compêndio da produção da dupla na última década, com narrativa não linear e lógica. O trabalho autoral é balizado nos parâmetros do ecodesign, onde um pano é usado como suporte de ideias podendo posteriormente ser transformado em roupa.

A obra aponta a agricultura familiar, novas famílias, outras pessoas e histórias do cotidiano – fragmentos de frases e delírios nos quais o figurino é o personagem central. Desde 2007, Alexandre e Tiffany se dedicam à pesquisa e experimentação de superfícies têxteis misturando a moda e as artes plásticas.