A arte de Ronald Simon

O artista plástico Ronald Simon lança nesta quinta-feira, às 19h, na Casa da Imagem, o livro e exposição Pinturas Estruturas.

São obras inéditas transpostas para o livro e estão em dois grupos: relevos e telas em um repertório geométrico de retângulos, quadrados, frações de círculos e situações cromáticas de quatro, seis ou sete cores.

O livro tem textos do curador da Bienal Internacional de Arte Contemporânea de Curitiba, o espanhol Adolfo Montejo Navas, além de Cristiane Silveira, doutora em História e mestre e Filosofia, e de Marco Silveira Mello, historiador e galerista.

Recifense radicado em Curitiba desde 1978, Ronald utiliza a cor como força de expressão e ponto de partida em suas pinturas, e tem como característica os formatos geométricos ou abstratos. Suas obras integram diversas coleções, como o acervo do Museu Oscar Niemeyer, Museu Municipal de Curitiba, Museu de Arte Contemporânea do Paraná e também no Museu de Arte de Joinville (SC).

Nas obras da nova exposição, os relevos são confeccionados a partir de retalhos de madeiras, papelão, azulejo e borracha. Alguns materiais coletados são tomados como acabados, já outros são pintados pelo artista. Em seguida, as partes são aderidas umas às outras com a intenção de formar uma unidade, porém essa unidade não ocorre e as partes comparecem como estivessem encostadas umas às outras.

Já as telas se mostram como entrincheirados: ordenam-se a partir das bordas, e de um modo duro, como armados por um aramado, o que lhes dá a feição de um colete de proteção.

Pinturas Estruturas  / 19 de setembro, 19h / Casa da Imagem (Rua Dr. Faivre, 591). Entrada gratuita.