Inscrições para o ProUni estão abertas

Os interessados no Programa Universidade para Todos (ProUni) têm até esta sexta-feira, 29, para se cadastrar e concorrer às 174 mil bolsas de estudo oferecidas em todo o país para o segundo semestre.

“O prazo é curto, por isso o candidato precisa estar atento e não deixar passar essa chance. O ProUni gera transformação social e um impacto enorme na vida dos estudantes. E com a certeza de que estamos fazendo a coisa certa é que participamos do programa e nos esforçamos para que o público não perca a oportunidade de se inscrever”, afirma Benhur Gaio, reitor do Centro Universitário Internacional Uninter.

A instituição pretende preencher no segundo semestre mais de seis mil vagas dentro do Prouni. No primeiro semestre deste ano, o centro universitário disponibilizou mais de 11 mil vagas para todo o país, em cursos da modalidade presencial, a distância e semi-presencial.

Como se candidatar

Para poder se classificar e concorrer às bolsas de estudo é preciso ter participado do Enem de 2017 e obtido no mínimo 450 pontos na média das notas do exame, além de não ter zerado na redação; ter cursado o ensino médio completo em escola da rede pública; cursado o ensino médio completo em escola privada, mas como bolsista integral; cursado o ensino médio parcialmente em escola da rede pública e parcialmente em escola privada, mas como bolsista integral; ter alguma deficiência; ser professor da rede pública de ensino.

Após verificar essas informações, o candidato deve entrar no site  http://prounialuno.mec.gov.br//consulta/publica e informar o número de inscrição no Enem 2017 e a senha cadastrada no exame. Logo depois, deve acessar o site do MEC  www.portalmec.gov.br e verificar a sua classificação.

Quando classificado, o aluno pode comparecer na instituição que manifestou interesse em ingressar para comprovar as informações cadastradas mediante documentos que comprovem seu perfil socioeconômico.

Para concorrer às bolsas integrais, o candidato deve comprovar renda familiar bruta mensal, por pessoa, de até um salário mínimo e meio. Para as parciais (50%), a renda familiar bruta mensal deve ser de até três salários mínimos por pessoa.

No dia 2 de julho sai a lista de candidatos da primeira chamada e, de 2 a 10 de julho, é feita a comprovação de informações dos alunos da primeira chamada.