Festival de Cinema Europeu em Curitiba

A  democracia é o tema do Festival de Cinema Europeu que a Cinemateca de Curitiba recebe a partir desta quinta-feira (10/5).

A mostra faz parte da 14ª Semana da Europa, evento que celebra o dia do continente (9 de maio), data da assinatura da Declaração Schuman, considerada o início do que hoje é a União Europeia.

Serão duas sessões por dia, às 17h e 19h, com entrada franca.

A mostra vai até o dia 16 e exibirá 12 filmes da Áustria, Portugal, Países Baixos, França, Itália, Hungria, Irlanda, Chipre, República Tcheca, Alemanha, Suécia e Dinamarca.

 

Raridades que dificilmente entrariam no circuito comercial serão apresentadas.

A seleção apresenta títulos premiados em diversos festivais internacionais, como o filme alemão Se Não Nós, Quem?, que ganhou prêmios em festivais populares no país, incluindo uma indicação para o Urso de Ouro no 61º festival de Berlim. O drama dirigido por Andres Veiel apresenta a história do casal Bernward Vesper e Gudrun Ensslin. Os dois são filhos de pais com papéis importantes no governo Hitler. Eles se unem para abrir uma editora e dar continuidade ao trabalho iniciado pelo pai de Bernward, um famoso escritor nazista.

Já o drama Zeus, dirigido por Paulo Filipe Monteiro, mostra a plena ascensão do fascismo em Portugal, período em que Manoel Teixeira Gomes, escritor de literatura erótica e na época presidente, abandona Lisboa para viver em exilio no norte da África. O filme conta as razões que fizeram o sétimo presidente português abandonar o cargo 26 meses após a posse. A obra ganhou o prêmio de melhor ator no Festival de Cinema de Bombaim (2016), na Índia.

 

 

Programação completa

10 de maio

17h – O BOCKERER IV- PRIMAVERA DE PRAGA / País: Áustria / Título original: Der Bockerer IV- Prager Frühling / Direção: Franz Antel / Ano: 2003 / Sinopse: O açougueiro Karl Bockerer, de Viena, casa-se em 1968, e é convidado pelo filho adotivo para visitar a cidade de Praga, então capital da Tchecoslováquia, para passar a lua de mel. O filho de Karl planeja abrir uma filial do açougue na cidade que vive o período de liberalização da chama “Primavera de Praga” a despeito do regime comunista imposto ao país. Tudo acaba virando um grande problema para a família Bockerer quando as tropas soviéticas invadem o país e a família tenta retornar a Viena.

19h – ZEUS / País: Portugal / Título original: Zeus / Direção: Paulo Filipe Monteiro / Ano: 2016 / Duração: 115 min / Gênero: Drama / Classificação indicativa: 12 anos / Sinopse: Esta é a história real de Manuel Teixeira Gomes. Um escritor da literatura erótica é eleito Presidente da República – caso único no mundo. Promove políticas reformistas, apoia os operários. Mas, ao fim de 26 meses dá um basta. Vai para o Norte de África, convive com os nômades do deserto, instala-se na Argélia, e morre 15 anos depois. A sua vida deu um filme: um hino à vida, à liberdade, à coragem, ao sensualismo e à amizade.

11 de maio

17h- VOX POPULI / País: Reino dos Países Baixos / Título original: Vox Populi / Direção: Eddy Terstall / Ano: 2008 / Duração: 1h40 / Gênero: sátira política / comédia / Classificação indicativa: 12 anos / Sinopse: Jos Fransen é um político veterano que enfrenta uma crise de meia-idade. Ele é o líder do partido de esquerda Rood-Groen, mas o partido não vai bem nas pesquisas. Sua filha Zoë começa a namorar com o policial militar Sjef. O pai de Sjef, Nico, é vendedor de carros de Amsterdam e odeia políticos. Através dos olhos de Sjef e Nico, Jos percebe como “as pessoas” enxergam a política. Inspirado por Sjef, Nico e Savo (o cunhado iugoslavo de Sjef), Jos Fransen começa a incluir ideias populistas no partido e começa a subir nas pesquisas de opinião. Isso aborrece seus colegas elitistas do partido.

19h – A UNIVERSIDADE PERDIDA, VINCENNES / País: França / Título original: Vincennes, l’Université perdue / Ano: 2016 / Direção: Virginie Linhart / Duração: 95 min / Gênero: documentário / Classificação Indicativa: 12 anos / Sinopse: Aberta a todos, a universidade de Vincennes, criada no outono de 1968 e destruída em 1980, encarnava a possibilidade de outro sistema de ensino. Entre nostalgia e reflexão, este documentário homenageia uma história esquecida. Na floresta de Vincennes, existia uma universidade revolucionária: durante doze anos, Vincennes cresceu, se agitou, incomodou, atraindo os melhores professores do país: Michel Foucault, Gilles Deleuze, Hélène Cixous, ou ainda Jacques Rancière.

12 de maio

17h – A MÁFIA SÓ MATA NO VERÃO / País: Itália / Título original: La mafia uccide solo d’estate / Direção: Pif (Pierfrancesco Diliberto) / Ano: 2013 / Duração: 85 min / Gênero: comédia, drama / Classificação indicativa: livre / Sinopse: Ambientado na Sicília contemporânea, o filme é um conto tragicômico da vida de Arturo que, desde jovem, cruza o caminho da máfia. Ele é uma criança particularmente sensível às peculiaridades que ocorrem diariamente na sua cidade e sofre o mesmo destino de todos os jovens jornalistas e ativistas que enfrentaram a verdade e se tornam vítimas da máfia. A partir da vida pessoal do protagonista e de sua banal historieta de amor, o filme mostra a organização criminosa não apenas como entidade marginal da sociedade do sul da Itália, mas como organismo que se infiltra na vida dos habitantes e na cultura.

19h – SANGUE NAS ÁGUAS / País: Hungria / Título original: Szabadság, szerelem / Direção: Krisztina GODA / Ano: 2006 / Duração: 123 min / Gênero: Drama / Guerra / Histórico / Romance / Classificação indicativa: 16 anos / Sinopse: Uma nação cujo sonho de liberdade foi devastado, encontra seu rival em um campo de batalha diferente neste filme inspirado em uma história real. Sangue nas Águas celebra a revolução húngara de 1956,  em Budapeste, e nos Jogos Olímpicos de Melbourne, em outubro e novembro deste mesmo ano. Enquanto tanques soviéticos arrasavam o país, a equipe húngara de polo aquático vencia os soviéticos na disputa mais violenta da história.

13 de maio

17h – EM NOME DA PAZ: JOHN HUME NA AMÉRICA / País: Irlanda / Título original: “In the Name of Peace: John Hume in America” / Direção: Maurice Fitzpatrick / Ano: 2017 / Duração: 90 minutos / Gênero: Documentário / Classificação indicativa: Livre / Sinopse: O documentário sobre a vida do visionário pacifista irlandês John Hume que, inspirado por Martin Luther King, recrutou um exército de importantes chefes de Estado para a causa. Narrado por Liam Neeson com música de Bill Whelan (Riverdance), o documentário inclui entrevistas com os presidentes Clinton e Carter, senadores e congressistas dos EUA, bem como líderes irlandeses e os primeiros-ministros britânicos Tony Blair e John Major.

19h- A HISTÓRIA DA LINHA VERDE / País: Chipre / Título original: The story of the green line / Direção: Panikus Chrissanthou / Ano: 2017 / Duração: 113 minutos / Gênero: Drama / Classificação indicativa: 16 anos / Sinopse: Uma história na “linha verde” de Nicósia, onde um muro de barricadas e arame farpado divide uma cidade e um país. Após a guerra, vizinhos que viviam em harmonia se tornaram inimigos. Um soldado cipriota grego e um soldado cipriota turco guardam seus postos em lados opostos da linha e fazem um acordo para visitar suas antigas vilas.

15 de maio

17h – PROTETOR / País: República Tcheca / Título original: Protektor / Direção: Marek Najbrt / Ano: 2009 / Duração: 102 min / Gênero: Drama / Classificação indicativa: 12 anos / Sinopse : Um jornalista tcheco junta-se à uma estação de rádio de Praga que transmite propaganda nazista, a fim de proteger a esposa judia. No entanto, uma vez que o domínio nazista sobre a Tchecoslováquia pede maior colaboração, o relacionamento com sua esposa muda.

19h – SE NÃO NÓS, QUEM? / País: Alemanha / Título original: Wer, wenn nicht wir / Direção: Andres Veiel / Ano: 2010-11 / Duração: 124 min / Gênero: biografia-drama / Classificação indicativa: 12 anos / Sinopse: No início dos anos 1960, Bernward Vesper (August Diehl) e sua amiga de universidade Gudrun Ensslin (Lena Lauzemis) se apaixonam no meio da atmosfera da Alemanha Ocidental. O casal funda uma pequena editora que, já no primeiro trabalho, causa polêmica: trata-se de um texto antigo do pai de Bernward, famoso autor nazista.

16 de maio

17h – PALME / País: Suécia / Título original: Palme / Direção: Maud Nycander e Kristina Lindström / Ano: 2012 / Duração: 105 min / Gênero: documentário / Classificação indicativa: livre / Sinopse : O filme trata da vida do Primeiro Ministro da Suécia, Olof Palme, baleado em Estocolmo, em 1986. Naquela noite de fevereiro, a Suécia transformou-se. Olof Palme mudou o país. Durante a sua vida, foi transportado dos enredos da classe alta para tomar o seu lugar entre os democratas socialistas. Persuasivo, incitou os EUA a convocar o seu embaixador de volta à Suécia.

19h – O ATIRADOR / País: Dinamarca / Título original: Skytten / Direção: Annette K. Olesen / Ano: 2013 / Duração: 89 minutos / Gênero: Thriller político / Classificação indicativa: Livre / Sinopse: Copenhague se encontra sitiada por um atirador inteligente e determinado. No drama, o novo governo dinamarquês, contrariamente às suas promessas eleitorais, anuncia extração de petróleo na Groenlândia. Isso gera violenta reação pública frente aos novos planos que prejudicam o meio-ambiente. O pesadelo da democracia se transforma em uma realidade assustadora – e agora um atirador está em liberdade nas ruas de Copenhague.