PUCPR promove Trote Solidário 2018

A PUCPR inicia o período letivo com a campanha Trote Violento Não é Legal.

Com o objetivo de orientar e conscientizar a comunidade acadêmica sobre o trote violento, a Universidade criou uma cartilha que será distribuída para calouros, veteranos e comunidade acadêmica nos quatro Câmpus da Instituição: Curitiba, Londrina, Maringá e Toledo.

Desde 2009, a PUCPR promove o Trote Solidário e, entre as ações previstas para este ano, está a campanha Trote Violento Não é Legal, com material informativo acessível em diversos locais.

O guia contém informações sobre atos que caracterizam um trote violento, como provocar exposição vexatória, impedir o direito de ir vir, causar lesão corporal, assediar moralmente e sexualmente, entre outras atitudes.

O material informa as sanções disciplinares da PUCPR e do Estado do Paraná e os canais, telefones e e-mails, de denúncias institucionais e externos.

Caso algum aluno se sinta ameaçado ou presencie atitudes consideradas abusivas deve procurar os canais disponíveis para denúncias da Universidade e Polícia Militar, pelos contatos informados no guia.